1º ANDAR – mostra de criadores emergentes 2014 > Receção de propostas até 1 de setembro

22 08 2014

Últimos dias para envio de candidaturas para o 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2014. As propostas poderão ser enviadas até ao dia 1 de setembro de 2014.

1º Andar consiste numa mostra de jovens criadores profissionais no âmbito das artes performativas [dança, teatro, performance]. Uma das preocupações da Quarta Parede é dar espaço e visibilidade a artistas emergentes, acreditando que a região, os espetadores e os criadores ganham um espaço de fruição e desenvolvimento artístico. Divulgar e fomentar os novos criadores e as novas linguagens artísticas, bem como apostar na qualidade das obras são os objetivos que se perseguem para que o tecido da criação artística continue a experimentar novos caminhos. Num mundo em que grande parte das pessoas tem enorme dificuldade no seu primeiro emprego, situação agravada no domínio das artes, é para nós extremamente gratificante apoiar projetos que se caracterizem pela sua qualidade e contribuir para a afirmação destes criadores.

Serão selecionados 4 espetáculos, a apresentar em novembro.2014.

 Para participar, os interessados deverão respeitar os seguintes requisitos:

– apresentação de projeto artístico na área das artes performativas [dança, teatro, performance], que tenha sido estreado a partir de 2012, inclusive;

– o projeto artístico apresentado deverá ser, no máximo, a 2ª criação do(s) criador(es), em contexto profissional;

– o projeto artístico deverá ter a duração mínima de 30 minutos;

não ter recebido mais do que dois apoios financeiros institucionais.

Os interessados deverão solicitar o regulamento e ficha de inscrição por email [qp@quartaparede.pt] ou fazer download dos mesmos aqui.





1º Andar – mostra de criadores emergentes 2013 | Espetáculos selecionados

11 09 2013

A Quarta Parede tem o prazer de apresentar os projetos selecionados para o 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2013.

Das 25 propostas recebidas foram selecionados os seguintes projetos:
* Costanza Givone, com “Salomé perdeu a luz”
* Inês Oliveira, com “Ataúde”
* Aleksandra Osowicz, Filipe Pereira, Helena Martos Ramírez, Inês Campos e Matthieu Ehrlacher, com “Hale”

Mais notícias em breve!





Abertura de candidaturas | 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2013

21 05 2013

Abrem hoje, dia 21 de maio.2013, as candidaturas para o 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2013.

1º Andar consiste numa mostra de jovens criadores profissionais no âmbito das artes performativas [dança, teatro, performance]. Uma das preocupações da Quarta Parede é dar espaço e visibilidade a artistas emergentes, acreditando que a região, os espetadores e os criadores ganham um espaço de fruição e desenvolvimento artístico. Divulgar e fomentar os novos criadores e as novas linguagens artísticas, bem como apostar na qualidade das obras são os objetivos que se perseguem para que o tecido da criação artística continue a experimentar novos caminhos. Num mundo em que grande parte das pessoas tem enorme dificuldade no seu primeiro emprego, situação agravada no domínio das artes, é para nós extremamente gratificante poder apoiar projetos que se caracterizem pela sua qualidade e contribuir para a afirmação destes criadores.

Para participar, os interessados deverão respeitar os seguintes requisitos:

– apresentação de projeto artístico na área das artes performativas [dança, teatro, performance], que tenha sido estreado a partir de 2011, inclusive;

– o projeto artístico apresentado deverá ser, no máximo, a 2ª criação do(s) criador(es), em contexto profissional;

– o projeto artístico deverá ter a duração mínima de 30 minutos;

– não ter recebido mais do que dois apoios financeiros institucionais.

Serão selecionados 4 espetáculos, a apresentar em novembro.2013.
As propostas deverão ser enviadas até dia 19 de julho.2013.
Os interessados deverão solicitar o regulamento e o formulário de candidatura por e-mail [qp@quartaparede.pt], ou fazer download dos mesmos aqui.





1º Andar – mostra de criadores emergentes 2012

23 11 2012

conceção cartaz: Joana Cruz

1º Andar – mostra de criadores emergentes 2012, de 27 a 30 de novembro, na Covilhã e em Castelo Branco.

Programa:
27.novembro.2012 > 21h30
Plataforma 285, com “And yet it has just began” [teatro]
Covilhã > auditório teatro das beiras

29.novembro.2012
21h30 > Rafaela Salvador, com “iDENTiDADE” [dança]
22h30 > Lander Patrick, com “Noodles never break when boiled” [dança]
Castelo Branco > cine-teatro avenida

30.novembro.2012 > 21h30
Ana Madureira, com “CabraCega” [teatro/dança/música]
Covilhã > auditório teatro das beiras

+ informação em www.1andarmostra.wordpress.com
Vídeo promocional aqui.





1º Andar – mostra de criadores emergentes 2012 | Espetáculos selecionados

11 09 2012

Os espetáculos selecionados para o 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2012 são:

* Ana Madureira, com “CabraCega”;

* Lander Patrick, com “Noodles never break when boiled”;

* Plataforma 285, com “And yet it has just began”;

* Rafaela Salvador, com “iDENTiDADE”





Abertas as candidaturas para o 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2012

2 04 2012

Abrem hoje, dia 2 de abril.2012, as candidaturas para o 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2012.

1º Andar consiste numa mostra de jovens criadores profissionais no âmbito das artes performativas [dança, teatro, performance]. Uma das preocupações da Quarta Parede é dar espaço e visibilidade a artistas emergentes, acreditando que a região, os espetadores e os criadores de cada país ganham um espaço de fruição e desenvolvimento artístico. Divulgar e fomentar os novos criadores e as novas linguagens artísticas, unir o trabalho artístico ao empreendedorismo jovem, bem como apostar na qualidade das obras são os objetivos que se perseguem para que o tecido da criação artística continue a experimentar novos caminhos. Num mundo em que grande parte dos jovens tem enorme dificuldade no seu primeiro emprego, situação agravada no domínio das artes, é para nós extremamente gratificante poder apoiar projetos que se caracterizem pela sua qualidade.

Para participar, os interessados deverão respeitar os seguintes requisitos:
– apresentação de projeto artístico na área das artes performativas [dança, teatro, performance], que tenha sido estreado a partir de 2010, inclusive;
– o projeto artístico apresentado deverá ser, no máximo, a 2ª criação do(s) criador(es), em contexto profissional;
– não ter recebido mais do que dois apoios financeiros institucionais.

Serão selecionados 4 espetáculos, a apresentar nos dias 28 e 29 de novembro.2012, na Covilhã e em Castelo Branco [Portugal].
As propostas deverão ser enviadas até dia 10 de julho.2012.
Os interessados deverão solicitar o regulamento e o formulário de candidatura por e-mail [qp@quartaparede.pt], ou fazer download dos mesmos aqui.





1º Andar – mostra de criadores emergentes 2011, nos dias 29 e 30.novembro

21 11 2011

Cartaz 1º Andar - mostra de criadores emergentes 2011. Conceção: Joana Bravo

1º Andar – mostra de criadores emergentes 2011 decorre nos dias 29 e 30 de novembro, na Covilhã [Auditório Teatro das Beiras] e em Castelo Branco [Cine Teatro Avenida].

 

Programa:

29.novembro.2011 | Covilhã > Auditório Teatro das Beiras

21h30 > Raquel André & Tiago Cadete, com “NO Digital”

22h30 > Raquel Castro, com “Os dias são connosco”

 

30.novembro.2011 | Castelo Branco > Cine Teatro Avenida

21h30 > Carolina Fernández, com “Ni príncipes ni hostias”

22h30 > Anaísa Lopes, com “Corpo (I)lógico”

 

Os espetáculos serão seguidos de conversa com os criadores.

 

Toda a informação em www.1andarmostra.wordpress.com





1º Andar | Espectáculos seleccionados para edição de 2011

5 09 2011

Foram seleccionados os seguintes espectáculos para o 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2011:

– Raquel André e Tiago Cadete, com “No Digital”
– Raquel Castro, com “Os dias são connosco”
– Anaísa Lopes, com “Corpo (I)lógico”
– Carolina Fernández, com “Ni príncipes ni hostias”





Abertura de candidaturas para 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2011

4 04 2011

Estão abertas as candidaturas para 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2011.

1º Andar consiste numa mostra de jovens criadores profissionais no âmbito das artes performativas [dança, teatro, performance]. Uma das preocupações da Quarta Parede é dar espaço e visibilidade a artistas emergentes, acreditando que Portugal e Espanha, os espectadores e os próprios criadores de cada país, ganham um espaço que contribui para o desenvolvimento artístico do país. Divulgar e fomentar os novos criadores e as novas linguagens artísticas, bem como apostar na qualidade das obras são os objetivos que se perseguem para que o tecido da criação artística continue a experimentar novos caminhos.

Serão seleccionados 4 espectáculos, a apresentar nos dias 17, 19, 24 e 26.Novembro.2011, na Covilhã [Portugal].

Os interessados deverão solicitar o regulamento e ficha de inscrição por e-mail [qp@quartaparede.pt] ou fazer download dos mesmos aqui, na Box.

Para participar, os interessados deverão respeitar os seguintes requisitos:

– apresentação de projeto artístico na área das artes performativas [dança, teatro, performance];

não ter apresentado mais do que uma criação [individual ou coletiva], em contexto profissional;

não ter recebido mais do que um apoio financeiro institucional.

As propostas deverão ser enviadas até dia 8.julho.2011.

1º Andar – mostra de criadores emergentes 2011 é uma organização da Quarta Parede, estrutura financiada pelo Ministério da Cultura | Direcção-Geral das Artes, que conta com o apoio do Instituto Português da Juventude, da Junta de Castilla y Léon, do Programa de Cooperação Transfronteiriça España-Portugal 2007-2013 e do Fundo Europeu de Desenvolvimento Regional.





1º Andar – mostra de criadores emergentes 2010 | Mariana Pimentel, dia 4.Dezembro.2010

22 11 2010

Crédito foto: João Costa

O 1º Andar – mostra de criadores emergentes 2010 encerra com a apresentação do espectáculo de dança/performance “We don’t have money but we are funny”, de Mariana Pimentel, dia 4.Dezembro.2010, às 22h30, no Auditório do Teatro das Beiras [Covilhã].

 

Sobre “We don’t have money but we are funny”:

Este solo é baseado na cultura brasileira vista por meio de um olho externo imaginário. É um manifesto de dualismo: a defesa da complexidade desta cultura é também uma crítica, excedendo o cliché por meio dele próprio. O resultado é um hibridismo entre o cliché e a desconexão, o que é óbvio e o que é ambíguo, a superfície da imagem e a sua profundidade, o texto e o sub-texto, e assim por diante.

“A fragilidade indefesa de um país que dança, iludidos pelos burocratas da capital. Um presente corrupto que chega a ser obsceno. Ser subdesenvolvido não é ‘não ter’: é não estar no presente, e, ao mesmo tempo, esquecer facilmente o passado. Porém, não é melhor do que fingir um desenvolvimento, aproveitar este subdesenvolvimento?” (Mariana Pimentel, baseada na crônica “Nunca estamos nos melhores dias”, de Arnaldo Jabor).